Almaviva, Santiago

O passeio por essa vinícula pareceu ser ainda mais exclusivo. até por conta de todo o seu conceito em geral. Em 1997 as Vinículas Baron Philippe de Rothschild e Concha y Toro fizeram um acordo em sociedade para dar origem ao primeiro vinho premium Franco-Chileno, chamado Almaviva. É um vinho premium e todos os processos de produção são muito controlados e desenvolvidos com as mais atuais técnicas francesas. A visita mostra todos os processos da vinícula, são guiadas e os tours privados são feitos somente com hora marcada. A arquitetura do prédio tem curvas em sua cobertura para simbolizar as ondas do mar e conta com as pedras ao seu redor, simbolizando as montanhas que ali se encontram ao fundo da vinícula.

A logomarca nada mais é do que um símbolo “mapuche”, civilização indígena do sul do Chile, e certifica-se a tradição dessa civilização tanto no início quanto no final do tour, onde totens de madeira simbolizam a proteção e fartura da vinícula. Conta com uma produção anual de aproximadamente de 150 mil garrafas do vinho. É um tour mais elitizado e considerado mais caro do que os outros, até pelo próprio diferencial do rótulo. O custo por pessoa foi de 80 dólares incluso todo o tour e uma degustação final de uma taça safra 2009, realmente especial. Fizemos o passeio e a reserva diretamente com eles, entrando em contato pelo email info@almavivawinery.com. Gastamos cerca de CLP 12.000 pesos chilenos em um Uber Endereço: Av. Santa Rosa, 821 – Paradero 45 Puente Alto Santiago Telefone: (56-2 ) 2270 4226 Duração da excursão: 1 hora (inclui a degustação de uma safra de Almaviva ) Visitas só com reservas pelo email info@almavivawinery.com http://almavivawinery.com